Para que serve o Cadastro Positivo e como funciona

Veja como funciona o Cadastro Positivo e conheça as vantagens e desvantagens do serviço. A lista de bons pagadores serve para facilitar a abertura de crédito.

Para que serve o Cadastro Positivo e como funciona
Veja como o Cadastro Positivo pode influenciar na aprovação de crédito.

O Cadastro Positivo é um banco de dados onde toda a informação sobre as contas pagas pelo consumidor fica armazenada. A finalidade é criar uma lista de bons pagadores para ser consultada por empresas que concedem crédito ou financiamento de bens móveis e imóveis. O Serasa Experian é o responsável pela criação e armazenamento dos dados contidos no Cadastro Positivo.

O serviço foi legalizado com a conversão da Medida Provisória n. 518/2010 na Lei n. 12.414/2011, e regulamentado pelo Banco Central do Brasil, através da Resolução n. 4,172/2012. Ao autorizar a abertura do cadastro positivo, as lojas, bancos, financeiras e prestadores de serviços em geral podem consultar o histórico de crédito completo do cliente, não apenas as pendências, mas também as contas pagas. Essas informações ajudam em uma próxima negociação faz com que o consumidor tenha um cadastro positivo.

Para que serve o Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo, como já dito, representa o histórico de hábitos de pagamentos, ele pode mostrar a avaliação boa ou ruim do risco de crédito para determinados consumidores. Isto possibilita que as empresas efetuem ou não negócios com certos clientes.

As empresas consideram as contas pagas em dia, quando houver a avaliação para uma compra a prazo, um empréstimo, ou um financiamento. Isso também ajuda as pessoas que não podem comprovar renda, mas têm um bom histórico de pagamentos.

As informações que podem constar no cadastro positivo são: contratos, como empréstimos pessoais, financiamentos e crediários; valor contratado, número de parcelas, valor de cada parcela, data de vencimento das parcelas, vigência do contrato, etc. Além disso, contas de consumo (água, gás, telefone fixo e luz) também podem ser utilizadas como referência.

Como limpar o nome sujo no SERASA
 

Como funciona o cadastro positivo

Se por um lado existe o banco de dados do Cadastro Negativo, que armazena informações acerca de clientes inadimplentes, por outro, existe o cadastro positivo, criado com o objetivo de identificar os clientes que pagam suas contas. O serviço facilita os processos de análise de crédito.

As informações do consumidor ficam disponíveis para consulta no Cadastro Positivo, desde isso que seja previamente autorizado. Para tal é necessário que o cliente faça um cadastro no banco de dados do Serasa Experian, o que garante o seu conhecimento acerca da abertura do Cadastro Positivo, de acordo com a lei.

Após abrir uma conta no Cadastro Positivo do Serasa Experian, todo o seu histórico de pagamentos é organizado num documento chamado "relatório de crédito" e disponibilizado para consultas feitas durante processos de análise de crédito. É atribuída uma pontuação 0 a 1000 ao cadastro do consumidor em que quanto mais próximo dos 1000, mais confiável é o cliente, possibilitando que as empresas efetuem ou não negócios com certos compradores e contratantes.

As empresas consideraram as contas pagas em dia, quando houver a avaliação de uma compra a prazo, um empréstimo, ou um financiamento. Isso também ajuda pessoas que não podem comprovar renda, mas têm um bom histórico de pagamentos.

As informações que podem constar no cadastro positivo são: contratos, como empréstimos pessoais, financiamentos e crediários; valor contratado, número de parcelas, valor de cada parcela, data de vencimento das parcelas, vigência do contrato, etc. Além disso, contas de consumo (água, gás, telefone fixo e luz) também podem ser utilizadas como referência.

SPC e Serasa: como consultar e qual a diferença

Cadastro positivo grátis

Para entrar no cadastro positivo e será necessário fazer uma autorização por meio de um Termo de Abertura, autorizando que empresas consigam ter acesso à consulta positiva dos dados positivos nos bancos de dados de empresas de consulta.

Outra forma de autorização para se tornar um consumidor positivo pode ser feita na loja ou empresa onde está fechando um negócio. Isto pode ser feito depois que realizar uma compra a prazo ou contratar um financiamento.

Essa autorização só terá valor legal mediante a assinatura do consumidor, garantindo que o mesmo está ciente da abertura do cadastro positivo. Assim, as empresas informam aos bancos de dados os compromissos que o cliente assumiu (contas de serviços, financiamentos, cartões de crédito, entre outras) e sua pontualidade de pagamento.


Vantagens e Desvantagens do Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo tem mais prós do que contras, isso porque o objetivo é justamente facilitar a aprovação e melhorar as condições de contratação de crédito. Conheça as vantagens e desvantagens desse serviço.

Vantagens

  • O serviço é gratuito, oferecido pelo Serasa Experian;
  • Proporciona avaliações de crédito mais justas, maior facilidade na aprovação de financiamentos, empréstimos e compras a prazo;
  • Melhores taxas e condições de pagamento;
  • O Serasa Experian garante que apenas as informações dos compromissos assumidos e seus pagamentos ficam disponíveis para visualização, informações pessoais não são reveladas;
  • Redução da inadimplência.

Desvantagens

  • Algumas pessoas consideram discriminatório que apenas os inscritos no Cadastro Positivo sejam considerados clientes bons pagadores. Isso porque, quando apenas existia o Cadastro Negativo, presumia-se que qualquer pessoa que não estivesse nele inserido era um bom pagador;
  • Apesar de garantir que a privacidade do consumidor não é revelada, o Serasa Experian terá acesso a uma série de informações privadas assim que o cliente fizer o cadastro, como a placa do carro e renda, por exemplo.
Nome sujo caduca depois de 5 anos? Entenda


Como se cadastrar

O Serasa Experian disponibiliza três maneiras gratuitas de abrir conta no Cadastro Positivo, sendo a primeira online, com Certificado Digital; a segunda pessoalmente, em uma agência do Serasa Experian; e a terceira por carta enviada pelos Correios.

Para entrar no cadastro positivo e será necessário fazer uma autorização por meio de um Termo de Abertura, autorizando que empresas consigam ter acesso à consulta positiva dos dados positivos nos bancos de dados de empresas de consulta.

Outra forma de autorização para se tornar um consumidor positivo pode ser feita na loja ou empresa onde está fechando um negócio. Isto pode ser feito depois que realizar uma compra a prazo ou contratar um financiamento.

Essa autorização só terá valor legal mediante a assinatura do consumidor, garantindo que o mesmo está ciente da abertura do cadastro positivo. Assim, as empresas informam aos bancos de dados os compromissos que o cliente assumiu (contas de serviços, financiamentos, cartões de crédito, entre outras) e sua pontualidade de pagamento.

Gostou? Compartilhe!
Poliana Oliveira Poliana Oliveira

Nasceu em Brasília, cresceu em Goiânia e vive há oito anos em Portugal. Formada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Trabalha na área de Marketing Digital. Adora cães, cinema, dança e viagens.

Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar