7 sinais de que você não está sendo um bom vendedor

Falar de mais, conhecer de menos e relutar em demonstrar empatia são alguns dos erros mais graves que podem te impedir de ser um bom vendedor.

7 sinais de que você não está sendo um bom vendedor
Falar demais e conhecer de menos pode afastar potenciais clientes

De nada adianta uma estrutura empresarial muito bem planejada se a apresentação final do produto ao cliente não for feita da melhor maneira possível. Portanto, seja entre os que iniciam um novo emprego na área de vendas ou que empreendem em um negócio do ramo, algumas habilidades são necessárias para que um bom vendedor alcance o sucesso.

Os 7 principais erros de um vendedor

Muitos dizem saber o que significa ser um bom vendedor, mas quando questionados, uma grande parcela se confunde e tem dificuldades em listar qualidades e defeitos que caracterizam o profissional carismático, prestativo e persuasivo – na medida certa. Vamos conferir alguns dos principais sinais de quem não está sendo um bom vendedor.

1. Falta de conhecimento

Conhecer o produto que está vendendo pode parecer um tanto óbvio, porém existem muitos vendedores que possuem apenas o conhecimento superficial, muitas vezes até menor que o do próprio cliente. Conhecer o produto em todos os seus detalhes é crucial para uma boa venda, pois será através dele que o vendedor poderá se adaptar a imposições propostas pelo cliente, dando sugestões de como contorna-la e apresentando as vantagens oferecidas. E principalmente, não é pego de surpresa por algum questionamento, pois deixar o cliente sem uma boa resposta pode tirar toda a credibilidade da venda.

2. Exageros Iniciais

Muitos vendedores confundem demonstração de conhecimento e simpatia com excesso de informação e a criação de uma relação artificial. O primeiro contato com o cliente é um dos momentos mais importantes da venda e euforia em exagero pode não parecer natural aos olhos deste. Evite causar confusões apresentando um fluxo muito grande de informações que não estejam muito bem organizadas.

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIAsaiba como

3. Empatia e Simpatia

Provavelmente um dos argumentos mais lembrados por vendedores e clientes é a sensação de otimismo e bem estar que deve-se estabelecer durante uma venda. Entre os principais erros desse profissional está o costume de transmitir suas insatisfações em relação ao seu trabalho durante as vendas, o que pode causar um certo desconforto e constrangimento aos clientes.

Estabelecer empatia e tornar o ambiente intimista e agradável é fundamental para o sucesso do bom vendedor ao comercializar seu produto/serviço.

4. Insegurança

Um profissional inseguro transmite, mesmo que de maneira inconsciente, tal sentimento aos seus clientes; seja por não acreditar em si mesmo ou no produto em questão. O fato é que a insegurança pode colocar em cheque a credibilidade e a venda que está sendo negociada.

Quando não necessariamente o vendedor acreditar em seu material de venda, este deve ter plena confiança em si mesmo e na competência de concretiza-la da melhor maneira possível.

Que tipo de profissional você é? Descobrir é fundamental para carreira

5. Falar exageradamente

Uma das grandes reclamações diz respeito a vendedores que falam muito e acabam sufocando o espaço do próprio cliente em emitir sua opinião ou dizer o que realmente procura. Diante disso, um vendedor não terá a capacidade de reunir as informações suficientes para apresentar as melhores propostas e opções, nem mesmo criar determinado laço de confiança com o cliente.

6. Intolerância

Um vendedor inflexível e que não se esforça em encontrar formas de negociar, apresentar alternativas ou maiores informações, passam facilmente pela imagem de desleixo com as necessidades do cliente. Tal atitude pode até resultar em uma venda momentânea, mas mal avaliada e dificilmente com um novo retorno a novas compras.

7. Pós-venda e Rede de Clientes

Atitudes citadas anteriormente como a falta de empatia e a intolerância refletem um profissional que não leva em consideração o pós-venda, visando apenas a venda imediata, abstendo-se de um registro ou reconhecimento de seus clientes.

Em um mercado cada vez mais difícil e concorrido é preciso não somente conquistar o cliente mas manter um bom relacionamento com o mesmo, mantendo o fluxo de vendas e aperfeiçoando-o a cada nova fidelização conquistada. Um vendedor que não estima o retorno do cliente, além de ter um rendimento muito irregular possui uma vida útil reduzida no mercado.

Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar