Bolsa Família calendário 2017

Bolsa família calendário 2017: verifique as novas datas, confira as novidades acerca do benefício e entenda por que ele foi cancelado para algumas famílias.

Bolsa Família calendário 2017
Veja quem tem direito a esse benefício e quais as normas para consegui-lo.

O bolsa família é um programa de distribuição de renda a nível nacional, com objetivo de minimizar a pobreza ou extrema pobreza por meio de um benefício mensal para auxiliar os cidadãos das classes mais baixas a complementarem a sua renda. Além disso, ele incentiva a permanência das crianças nas escolas. Veja o Bolsa Família calendário 2017.

Bolsa família calendário de 2017 vai ser cancelado?

O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário encontrou algumas irregularidades em 1,136 milhão de benefícios do Bolsa Família. Deste número, 469 mil foram cancelados e outros 667 mil, bloqueados. Para os que tiveram o benefício bloqueado, têm meses para comprovar que cumprem os requisitos do programa para voltar a receber. A pasta também convocou 1,4 milhão de famílias para fazer atualização cadastral em janeiro para o Bolsa Família calendário de 2017.

Os cancelamentos já começam em novembro desse ano e terão impacto de R$ 1,024 bilhão na folha de pagamento do Bolsa Família. Para os bloqueios, o governo espera uma economia de R$ 1,42 bilhão, caso as irregularidades sejam confirmadas.

Consulta: Bolsa Família calendário

O Bolsa Família calendário desse ano já está disponível para consulta no site do Ministério do Desenvolvimento Social. E a quantia para recebimento varia de acordo com a situação em que se encaixa o grupo familiar.

Valor básico: Modalidade destinada a famílias que vivem em pobreza ou extrema pobreza. Nesse caso, o valor é cotado em R$84 por mês;

Valor variável: Destinado às famílias que possuem em mulheres grávidas, mães em estado lactação ou crianças e adolescentes entre 0 a 15 anos de idade. No valor variável, o benefício é de R$38, podendo uma família obter 5 vezes o valor por mês, chegando a R$190;

Valor variável para o Jovem: Parecido com valor variável simples, trata-se de uma renda mensal de R$ 45 por adolescente entre 16 e 17 anos de idade cadastrado no programa, sendo possível cadastrar até 2 jovens nessa modalidade.

Quem tem direito

O bolsa família é um programa voltado para família em situação de pobreza ou extrema pobreza, de acordo com valor da renda mensal. Para uma família ser indicada em situação de pobreza, ela deve ter uma renda mensal de, no máximo, R$82,00 por pessoa. Já em caso de extrema pobreza é preciso que a família tenha uma renda de apenas R$164,00 mensais.

Gostou? Compartilhe!
Elisabete Machado Elisabete Machado

Brasileira, natural de São Paulo, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-graduada em Fundamentos da Cultura e das Artes pela Universidade Estadual Paulista. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa.

Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar