Tire as principais dúvidas sobre blindagem de carro

Veja como surgiu a blindagem de carro, como é feita a primeira blindagem, as manutenções e como retirá-la.

Tire as principais dúvidas sobre blindagem de carro
Atestado de Antecedentes Criminais é documento imprescindível para blindar um veículo

Do ponto de vista tecnológico, a blindagem de carro é relativamente acessível no Brasil, mas um tanto burocrática pelo fato de os veículos blindados serem considerados instrumentos bélicos. Isso acontece porque a tecnologia de blindagem foi desenvolvida para utilização nos tanques durante a II Guerra Mundial e, no nível máximo, protegia-os até mesmo contra ataques com mísseis aéreos Stinger e Tomahawk. Países da América do Sul são os que mais empregam a blindagem de carro. Tire as suas dúvidas sobre o assunto neste artigo.

O que fazer em caso de blindagem de carro vencida

Veículos que tenham blindagem de carro são considerados armamentos bélicos. Para blindá-lo, você vai precisar apresentar a sua habilitação, RG, CPF, comprovante de residência, certidão negativa de crimes na Justiça Federal, Estadual e Militar nos últimos 5 anos e o atestado de Antecedentes Criminais expedido pela Polícia Civil do estado onde reside, além do CRLV do veículo.

Carro blindado - conheça sobre o processo e quanto custa

Existem 5 tipos de blindagem de carro, sendo que as três primeiras são as menos burocráticas para aplicar. A partir do nível IV, que é o mais seguro para veículos comuns, o processo deve tramitar no Exército e na Marinha, o que demanda mais tempo e dinheiro. Conheça abaixo os três principais tipos e a proteção oferecida:

  • I :Calibres 22, 38 e ataques com ferros e pedras;
  • II-A :Armas do nível I-A e mais Magnum.357 (ponta macia ou soft point) e pistola 9 mm;
  • III-A :Todas as anteriores e mais Magnum.44 e submetralhadora Uzi;
dirija o
carro dos 
seus sonhos

agende um test drive

A blindagem nível II é a mais comum nos veículos, mas tem um prazo de validade de 5 anos. São aplicadas chapas de metal dentro das portas e na estrutura do veículo, além de um tipo diferente de vidros. Todos esses itens adicionam mais peso ao veículo e, consequentemente, um desgaste mais rápido das peças como amortecedor, pneus, suspensão. No fim, o gasto não é só com a blindagem, como também com a manutenção dos itens que sofrem desgaste.

Depois de 5 anos, todas as blindagens perdem a validade e os vidros começam a delaminar e perder o encaixe com as demais peças. Essa é a hora de fazer a manutenção ou retirar a blindagem. Em alguns casos, o proprietário não consegue arcar com o serviço de novo, e põe o carro à venda por um valor abaixo do praticado no mercado.

Depois de cinco anos, a blindagem tem que ser refeita e o desalinhamento das portas e das peças do carro também. Por isso, manter uma blindagem pode custar mais caro do que fazê-la pela primeira vez, e daí a vontade de retirá-la.

Como retirar a blindagem

Para retirar a blindagem de carro, o proprietário deverá levá-lo num serviço de desblindagem, que vai retirar as chapas de metal, os vidros e alinhar as portas e o carro novamente. Algumas empresas de blindagem podem fazê-la, mas costuma custar muito caro. Por quê? Porque as chapas de metal e o peso das peças blindadas desalinha as portas do veículo, quando abertas e todo o veículo muda.

O serviço pode custar mais caro do que a blindagem, ficando em R$ 10 mil, aproximadamente. É por isso que os veículos blindados são vendidos com um valor abaixo do mercado. Tanto para manter quanto para retirar, o novo proprietário certamente não gastará pouco e jamais terá um carro alinhado e com desempenho semelhante a um carro de mesmo modelo que não foi blindado.

Como fazer a blindagem durar mais

  • Não feche a porta com a janela aberta, pois o vidro pode trincar e perder toda a resistência;
  • Não ande com os vidros abertos em estradas de terra ou muito esburacadas;
  • Ao entrar e sair do carro, nunca deixe as portas abertas por mais tempo do que o necessário. O peso das chapas desalinha as portas;
  • Não utilize ventosas para fixar celulares e GPS no vidro, que podem danificar a sua parte interna e comprometer a blindagem de carro;
  • Não atravesse alagamentos com um carro blindado. A umidade pode afetar a manta balística e perder o efeito da blindagem;
  • Evite encostar anéis, metais e tome cuidado com crianças com brinquedos próximos aos vidros;
  • Para limpar os vidros, use sabão neutro e água. Não use solventes e abrasivos, que podem danificar o policarbonato da blindagem e soltar a película interna.

Faça um test drive sem custos e sem compromisso. Agende já!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar