Anac proíbe celular da Samsung ligado em voos

Risco de incêndio e de explosão fez órgão público tomar medidas séries junto da empresa de telefonia e tecnologia

Anac proíbe celular da Samsung ligado em voos
Empresa já admitiu o problema, que está relacionado à bateria do telefone

O elevado risco de incêndio e de explosão fez com que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) proibisse que o smartphone Samsung Galaxy Note 7, permanecesse ligado dentro das aeronaves. Nem mesmo em modo avião. O aparelho foi lançado em agosto deste ano e é o mais moderno da empresa. A proibição foi determinada pela Anac há pouco mais de uma semana.

Até o dia 1º de setembro foram registradas 35 explosões e incêndios envolvendo o aparelho em todo o mundo. Por causa disso, o órgão regulador resolveu seguir as regras que estão sendo tomadas em todo o mundo por questão de segurança. Os passageiros também estão proibidos de colocar o aparelho em malas que são despachadas.

A Samsung já admitiu o problema, que está relacionado à bateria do telefone. Por causa disso, a empresa teve de fazer um recall mundial. Nos Estados Unidos, a Comissão de Segurança de Produtos de Consumo dos EUA (CPSC) determinou o recall por causa de “sérios riscos de incêndios e queimaduras”. Segundo a Comissão, 1 milhão de aparelhos são alvo do recall somente nos EUA.

As vendas do aparelho foram suspensas em 10 mercados. No Brasil, no entanto, ele nem chegou a ser comercializado e seu lançamento teve de ser adiado por aqui. A Samsung informou que irá fazer a substituição dos aparelhos das pessoas que compraram este modelo.

A nota da Anac diz que “Devido a diversos incidentes causados pelas baterias de íons de lítio do modelo da Samsung, em diferentes lugares do mundo, a agência orientou que as empresas aéreas alertem os passageiros quanto aos riscos no transporte do aparelho nas aeronaves. A Anac sugere que passageiros e tripulantes não liguem nem recarreguem esse modelo dentro de suas aeronaves, até que a substituição dos modelos defeituosos seja realizada pela fabricante. A recomendação sugere, ainda, que o modelo Note 7 da Samsung não seja transportado por passageiros ou tripulantes em bagagens despachadas, mas somente em bagagem de mão e desligado.”

Foto: Reprodução samsungnote7info.com

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Michelle Monte Mor Michelle Monte Mor

Formada em Comunicação Social e em Mídias Digitais. Escreve sobre o setor automotivo desde 2004. Não larga o smartphone e vive conectada às redes sociais. Adora viajar e dirigir.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar