Quando fazer alinhamento e balanceamento do carro

Embora sejam procedimentos complementares, alinhamento e balanceamento atendem a finalidades distintas, mas fundamentais para que a rodagem seja segura e confortável.

Quando fazer alinhamento e balanceamento do carro
Alinhamento e balanceamento, entenda as diferenças e previna-se de danos maiores ao carro

Fazer as revisões regularmente, de acordo com as orientações do fabricante, é fundamental para manter o carro sempre em boas condições. O alinhamento e balanceamento é um dos procedimentos de manutenção que mais influenciam no rendimento do carro, e em fatores como economia de combustível, conforto e, principalmente, na conservação dos pneus.

Como devem ser feitos sempre em conjunto, é comum haver equívocos em relação as suas finalidades. Um engano que deve ser evitado; alinhamento é uma coisa, balanceamento é outra. Vejamos por quais motivos.

Diferença entre alinhamento e balanceamento

Na verdade, os próprios termos já sugerem a que tipo de finalidade se prestam. Alinhamento é o ajuste das rodas para que permaneçam perpendiculares em relação ao pavimento, e totalmente paralelas em relação umas as outras. Uma roda mal alinhada fará com que uma das bordas do seu pneu se desgaste mais do que as outras partes e que o veículo não se mantenha em linha reta mesmo com o volante posicionado nesse sentido.

O balanceamento cuida de fazer com que o peso do carro se distribua de maneira uniforme pelas rodas, qualquer que seja a velocidade. Carro mal balanceado apresenta trepidações ao dirigir ou numa faixa determinada de velocidade, causando desconforto ao motorista e dificuldade na direção.

Fica claro, portanto, que alinhamento e balanceamento são serviços completamente distintos, mas que se complementam, uma vez que afetam os mesmos componentes de um carro, o conjunto roda / pneu.

Quando fazer

Qualquer tipo de serviço de manutenção veicular deve ser feito sempre de acordo com as especificações do fabricante, que invariavelmente constam no manual do carro. Com alinhamento e balanceamento não é diferente, por isso o motorista precisa ficar atento e verificar no seu manual os prazos recomendados.

Se ignorar os prazos estipulados, o carro passará a apresentar os sintomas de que está com as rodas em desalinho e mal balanceado. Se chegar a esse ponto, é bem provável que já tenha até passado da hora de trocar pneus, o que por si só já representa um prejuízo considerável.

Ter atenção ao correto alinhamento e balanceamento preventivo é, portanto, o foco que todo motorista precisa desenvolver. Não se trata de um serviço a ser feito apenas em caso de problemas na direção, mas para evitá-los.

Quanto custa

Normalmente, o preço dos serviços aumenta conforme o aro das rodas a serem alinhadas e balanceadas. A faixa fica, em média, entre R$ 80 e R$ 130, para cada tipo de procedimento. Ou seja, o preço total para fazer o alinhamento e o balanceamento das rodas pode ficar num total de aproximadamente R$ 260. Um valor relativamente baixo, se considerarmos que negligenciar ambos os procedimentos pode causar prejuízos bem maiores.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar