Alimentos que contêm colágeno e são benéficos para a saúde

Depois dos 15 anos a produção de colágeno pelo corpo cai, o que deixa a pele flácida. Conheça alimentos que contêm colágeno para driblar essa deficiência.

Alimentos que contêm colágeno e são benéficos para a saúde
Ovos, carne vermelha, peixes e frutas estão na lista

Para ter uma pele firme e elástica não é preciso recorrer à cirurgias plásticas ou remédios. São vários os alimentos que contêm colágeno, uma proteína produzida pelo corpo responsável por mantém as células unidas e firmes e que também exerce função estrutural, pois reforça músculos, ligamentos, tendões e articulações

O colágeno corresponde a 30% das proteínas presentes no organismo e vai diminuindo com a idade. É essencial consumir alimentos que contêm colágeno durante toda a vida, principalmente após os 35 anos, quando a produção de colágeno pelo corpo diminui e a pele vai se tornando flácida, os tendões perdem elasticidade e as articulações ficam rígidas.

Lista de alimentos que contêm colágeno

Formado pelos aminoácidos Glicina, Prolina, Argininia e Hidroxiprolina, o colágeno é o principal elemento dos cabelos e das unhas, protege a pele da absorção de substâncias danosas como toxinas, microrganismo e células cancerosas, ajuda a tratar a síndrome do intestino com vazamento, reduz marcas de celulite e acelera o metabolismo.

Alimentos com vitamina A, C e E e que tenham os minerais cobre, selênio, zinco e silício são essenciais para que o colágeno seja sintetizado pelo organismo. Além deste, existem alimentos que contêm colágeno e podem ajudar o corpo. Confira uma lista deles:

Gelatina

Além de ser uma sobremesa leve e que não estimula o aumento de peso, a gelatina é rica em colágeno e contém nove dos 10 aminoácidos essenciais que o corpo necessita para a manutenção dos ossos e reconstituição de articulações. O preço também é leve: um saquinho não sai por mais R$ 3.

Carne vermelha

Como fonte de proteína, a carne vermelha estimula a produção de colágeno. 100 gramas de contrafilé, cujo quilo está R$ 22,90 porcionado, fornece ao organismo 35,9 gramas de proteína.

Frutas cítricas e vermelhas

Entre elas estão amoras, morango, laranja e limão, que possuem ação antioxidante e combatem os agentes do envelhecimento no corpo humano, um dos responsáveis pela diminuição dos níveis de colágeno no organismo. A vitamina C também auxilia na produção de colágeno e é recomendado comer de três a quatro porções por dia.

Peixes e frutos do mar

Atum e salmão são alimentos ricos em ômega-3, um nutriente importante para manter a pele jovem e elástica. Além de colágeno contêm doses altas de aminoácidos essenciais para regeneração de tecidos. Ostras também são fonte de zinco, um dos minerais essenciais para que o colágeno se forme.

Os preços são salgados: no supermercado Extra o pacote com 500 gramas de salmão sem pele sai R$ 52,99.

Ovos

O enxofre é um dos nutrientes que ajuda a sintetizar e preservar o colágeno e pode ser encontrado no ovo. Uma porção de 100 gramas de ovo cozido contém 13,3 gramas de proteína, essencial para o aumento na produção de colágeno. Uma caixa com doze ovos custa, em média, R$ 6,50 em São Paulo e R$ 6 no Rio de Janeiro.

Vegetais de cor escura e laranja

Espinafre, brócolis e couve são fontes de vitamina C e tem ação antioxidante, que luta contra os radicais livres; além disso, junto à cenoura, batata-doce e algumas frutas como melão e manga, são fontes de vitamina A, responsável por regenerar o colágeno danificado e produzir novas fibras de elastina.

Pimenta

Atua como um protetor solar natural, assim como a beterraba e o tomate, pois tem na composição o antioxidante licopeno, e estimula o aumento dos níveis de colágeno no organismo. O licopeno também inibe a colagenase, enzima que destrói o colágeno.

Castanha, nozes e amêndoas

Fontes de vitamina E, contém também ácidos graxos poli-insaturados, benéficos para a saúde e vitalidade da pele. O ômega-3 presente nesses alimentos reduz a degradação do colágeno.

Na Estação dos Grãos, as embalagens com 200 gramas de castanha do Pará, amêndoas cruas e nozes saem, respectivamente, R$ 14,38, R$ 14,90 e R$ 17,90.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar