Hostel, Airbnb ou Hotel: qual sai mais barato

Simulamos 2 viagens para diferentes destinos com acomodação. Qual você acha que é mais em conta: Hostel, Airbnb ou hotel? Veja os prós e contras:

Hostel, Airbnb ou Hotel: qual sai mais barato
Airbnb ou hotel? Hostel ou Airbnb? Conheça as especificidades de cada um e média de preços

Ao planejar uma viagem, um dos itens que mais afeta o orçamento é a estadia. Há viajantes que preferem o conforto de um hotel e os que passam pouco tempo por lá e só querem desfrutrar o que o destino tem a oferecer. Entre hostel, Airbnb ou hotel, qual opção vai sair mais barato?

Os melhores sites para achar viagens internacionais baratas

Hostel, Airbnb ou hotel: como funciona cada um

Simulamos uma viagem nacional para o Rio de Janeiro e uma internacional para Veneza e estimamos o custo da estadia nessas três modalidades. Confira aqui qual delas se saiu melhor no quesito preço em cada destino e veja os prós e contras de cada opção.

Hostel: frequentado em sua maioria por jovens mochileiros e viajantes, com orçamento limitado para estadia, mas muita disposição para conhecer o que a cidade tem a oferecer. É um bom destino para quem quer conhecer gente e quem viaja sozinho e precisa encontrar companhias de todo o mundo.

Airbnb: opção barata de hospedagem na casa de um morador da cidade a ser visitada, oferece uma cama em quarto individual ou até o apartamento inteiro, no caso de estadias em grupo e cobra um valor simbólico na diária. Indicado para quem quer sossego e imersão na cultura do local visitado.

Hotel: mais requintada, a estadia em hotel é mais cara e oferece serviços diferenciais que não podem ser ofertados pelas duas outras opções. O hotel geralmente conta com opções de lazer e entretenimento, como piscina, salão de jogos, academia e spa. É uma opção interessante para famílias, viagens em grupo e viajantes de negócios.

Simulação de viagem nacional

Destino: Rio de Janeiro! A Cidade Maravilhosa é o ponto turístico mais badalado do Brasil e oferece opções de estadia de todas as formas possíveis e imagináveis. A viagem será de 21 a 28 de abril de 2016.

Hostel: R$ 435 o período de 1 semana no Books Hostel, em Santa Teresa. 

Airbnb: diárias a R$ 15 no Flamengo, R$ 27 no Botafogo, R$ 30 em Copacabana e até R$ 66 em Ipanema. Totaliza um mínimo de R$ 105 até o máximo de R$ 462 por uma semana de estadia.

Hotel

Simulação de viagem internacional

Nosso viajante fictício vai para Paris, um dos destinos mais badalados da Europa e passará uma semana, entre 21 e 28 de abril. Qual será a opção mais econômica: hostel, Airbnb ou hotel? Confira abaixo.

Hostel: R$ 643 no Vintage Hostel Gare du Nord. O mais perto do centro é o Young and Happy Hostel, que custa R$ 805.

Airbnb: Média de 67 euros por noite em Paris até o 9º distrito, o que totaliza aproximadamente R$ 2.150,40 pelo período de 7 dias.

Hotel

Afinal, o que sai mais barato?

Afinal, qual é a melhor opção: hostel, Airbnb ou hotel? A estadia em um hotel certamente vai demandar mais dinheiro e quase sempre será mais confortável e com privacidade garantida, além de outros itens como roupas de cama e banho sempre limpinhos e outros mimos. É por isso que um hotel 3 estrelas sempre vai sair mais caro.

Já entre o Airbnb ou hostel, percebemos uma diferença mais branda. Mesmo assim, o Airbnb mostrou preços mais em conta no Rio de Janeiro, enquanto disparou frente aos hostels, em Paris.

No entanto, as opções de acomodação no Airbnb mesmo no centro da cidade francesa saíam mais baratas do que qualquer outra opção de acomodação. Quem vai viajar para fora pode – e deve – aproveitar as vantagens que o hostel tem a oferecer. É só lá que dá para conhecer gente do mundo inteiro e encontrar companhia numa viagem desacompanhado. Nesses casos, eu mesma aconselho um hostel.

Já em relação ao Rio de Janeiro, é possível que compense trocar um hostel por Airbnb se a questão for só economia e não quiser conhecer gente. Além de ser mais confortável e menos agitado, também tem suítes nessa modalidade por bons preços em Copacabana, bom para viajar em casalzinho sem investir alto num quarto privativo em hotel ou hostel.

Conclusão: se estiver indeciso entre Airbnb ou hotel, mas sem grana, vá para um Airbnb com quarto privativo e suíte. Se quiser conhecer gente, vá para o hostel. Se tiver dinheiro e prezar pelo conforto, mesmo que saia mais caro, então você deverá ir para um hotel.

E você? Já se acomodou em Airbnb ou Hostel? Como foi a experiência? Conta pra gente. Para quem vai viajar, boa viagem!


Veja também: 

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar