Quantos países vale a pena visitar em 10 dias na Europa

Viagens de curta duração estão cada vez mais comuns, mas será que é possível aproveitá-las bem? O que dá para explorar em 10 dias na Europa?

Quantos países vale a pena visitar em 10 dias na Europa
Veja o que você pode conhecer em 10 dias na Europa









Seja por ter pouco tempo de férias ou para aproveitar aquela promoção relâmpago de passagens aéreas, muita gente tem apostado em viagens internacionais rápidas. Vamos combinar que a cotação euro e o dólar também não têm favorecido longas estadias no exterior, não é mesmo? Mas 10 dias na Europa são suficientes para conhecer o quê? Vale à pena turistar o continente na correria?
 

Curta estadia bem aproveitada 

Antes de tudo, é importante manter as expectativas baixas em relação à quantidade de destinos que você vai conseguir visitar nesse tempo. 10 dias na Europa são praticamente equivalentes a 10 dias no Brasil. Você acha que conseguiria explorar quantos estados do nosso continental país nesse tempo? Ok, foi uma comparação bem genérica. Mas a verdade é que não adianta ir com muita sede ao pote, sob pena de ter uma viagem desgastante, mais cara do que deveria e pouco proveitosa. 

Outro ponto a ser levado em consideração é que quando falamos em países isso significa uma, duas ou três cidades daquele lugar, em média. Geralmente, as pessoas restringem-se à capital ou destinos históricos/famosos/mais conhecidos. Agora, com uma ideia mais realista dos seus 10 dias na Europa, vamos às contas e às opções.

  • Se não faz tanta questão de quantidade, invista na qualidade e em um único país. Você pode investir em mais cidades para esse período. A vantagem é poder alugar um carro e conhecê-las no seu tempo, sem pressa. Bons destinos para esse tipo de estadia são Portugal e Espanha, por exemplo, que são ricos em cidadelas cheias de surpresas.

  • A seguir, e com uma gestão de tempo mais aperfeiçoada, é possível dividir a estadia entre dois países e conseguir uma viagem proveitosa. O ideal é que sejam destinos próximos e bem conectados, onde você possa chegar rapidamente de trem, carro ou em voos curtos. Lembre-se que não vale à pena, em 10 dias na Europa, perder muito tempo com deslocamentos. Alguns exemplos de pções viáveis são França/Holanda, Inglaterra/Irlanda, Inglaterra/Escócia e França/Bélgica.

  • Quem quer ir um pouco mais longe nos seus 10 dias na Europa pode ainda optar por explorar 3 países. E esse é o máximo que recomendamos para uma estadia realmente bem aproveitada. Tal como em roteiros com 3 países, o ideal é que os destinos sejam vizinhos e de fácil acesso. Sugestões possíveis são França/Holanda/Bélgica e Itália/França/Inglaterra. 

O que mais levar em conta 

Uma das coisas que mais pode comprometer os seus 10 dias na Europa são os deslocamentos entre cidades e/ou países. Por isso frisamos tanto a questão de destinos vizinhos e de fácil acessibilidade. A menos que você seja um apreciador de paisagens e que vá viajar de carro, pois não vale à pena perder tanto tempo na estrada ou no ar. 

Lembre-se também que falar em 10 dias na Europa é muito relativo se esse período incluir a sua chegada e partida. A morosa tarefa de embarcar e desembarcar “mata” um tempo inacreditável da viagem. Ou seja, ou você tem na mão apenas 8 dias de fato para aproveitar, retirando ida e vinda, ou, já ciente do impasse, você tem 12 dias reservados e pode curtir os 10 integralmente.
 



Veja também: 
 

 

Gostou? Compartilhe!
Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar