Seguro auto: o que é franquia

Saiba o que é a franquia do seguro auto, como ela é calculada e como proceder corretamente em caso de sinistro.

Seguro auto: o que é franquia
Entenda o que é a franquia do seguro auto
  • Entenda o que é a franquia do seguro auto e em que situações o segurado deve pagá-la.

De modo resumido, a franquia do seguro auto é o valor que o segurado paga à seguradora quando ocorre um sinistro, ou que é descontado da indenização. Em tese, ao fazer um seguro auto, a ideia é que a seguradora assuma os riscos e prejuízos materiais ocorridos ao automóvel, e/ou às pessoas envolvidas num sinistro, de acordo com os termos da apólice do seguro. No entanto, para evitar abusos por parte dos segurados, as seguradoras cobram uma franquia como uma condição para pagarem a indenização. No fundo, acaba sendo uma coparticipação do segurado no seguro auto. Além disso, as seguradoras só pagam a indenização se o valor do sinistro for superior ao da franquia. 


Pretende contratar um seguro auto? Faça uma simulação.


COMO É DEFINIDO O VALOR DA FRANQUIA?

O valor da franquia do seguro auto a ser pago pelo segurado em caso de sinistro é fixo, não varia de acordo com a indenização a ser paga pela seguradora, e está previamente definido no contrato de seguro. Em caso de sinistro, o segurado deve acionar a seguradora, pagar a franquia e só então será indenizado.


Isto quer dizer que se você tem R$1.500 como o valor definido da franquia e tem um prejuízo de R$4.500 numa colisão, por exemplo, a seguradora pagará R$3.000 e você pagará R$1.500. 


O segurado não precisa pagar franquia quando há roubo, furto ou perda total do veículo, ou quando há danos a terceiros (desde que o seguro tenha cobertura para terceiros).


FRANQUIA E CONTRATO DO SEGURO AUTO

A questão da franquia é muito importante na hora de contratar seguro auto. Informe-se e certifique-se do valor da franquia. Entenda melhor como funciona o seguro auto.


A seguradora só irá pagar pelos seus prejuízos, caso você se envolva num acidente, por exemplo, se você for o culpado. Caso contrário, quem deve se responsabilizar pelo danos de ambos os automóveis é o outro condutor.


Há muitas pessoas que, num caso como este, assumem a culpa da colisão, e negociam com o outro envolvido para que pague a franquia. Mas saiba que isto é crime, enquadra-se como fraude de seguro. As seguradoras estão cada vez mais atentas, e fazem perícias e vistorias para descobrir o verdadeiro culpado, sobretudo quando o prejuízo é alto. Por isso, não minta à seguradora.


E atenção: mesmo que o seu seguro cubra os prejuízos de terceiros, a seguradora só paga se o segurado for o culpado. Você paga a franquia e a seguradora paga as despesas.


Leia também: 

 

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar