Programa oferece bolsa de mestrado para jornalismo na Europa

O curso é dividio em duas etapas e pode ser concluído em 24 meses com aulas na Dinamarca e outro país a escolha

Programa oferece bolsa de mestrado para jornalismo na Europa
São três vagas para curso em dois países da Europa

O programa Erasmus Mundus tem um programa de mestrado especial para jornalistas. Se você é da área pode se especializar em pelo menos dois países europeus. Estão abertas três bolsas integrais para estudantes da América Latina para o mestrado em Jornalismo, Mídia e Globalização. As inscrições podem ser feitas até 10 de janeiro.

O primeiro ano do programa de mestrado é feito na Dinamarca, com a turma toda. No segundo ano, os alunos são divididos em grupos menores para se especializar em quatro áreas distintas do jornalismo à escolha do estudantes. São elas:

  • Guerra e conflito
  • Negócios e Finanças
  • Mídia e Política
  • Jornalismo e Comunicação entre culturas

Os requisitos para a candidatura para o mestrado em Jornalismo são:

  • curso de graduação
  • ter experiência de pelo menos 3 meses em jornalismo
  • proficiência em inglês

O processo seletivo para a bolsa de mestrado em jornalismo envolve:

  • envio de histórico escolar
  • duas cartas de recomendação
  • reportagens da autoria do candidato
  • quatro redações em inglês sobre o tema “o que você pretende fazer no futuro e como você acha que o mestrado irá ajudá-lo a atingir seus objetivos?”

Os estudantes aprendem a combinar conhecimentos teóricos e acadêmicos com habilidades jornalísticas e analisar, interpretar e gerar conhecimento sobre as mudanças globais que cada vez mais desafiam as fronteiras tradicionais. Mais informações sobre a bolsa de mestrado em jornalismo podem ser obtidas pelo site.

O programa

Os estudantes do programa de Jornalismo Erasmus Mundus ganham uma excelente rede profissional para a vida, trabalhando com colegas de todo o mundo num ambiente interdisciplinar, intercultural e internacional. Você vai estudar em algumas das principais universidades da Europa onde os principais pesquisadores em mídia, estudos políticos e jornalismo são responsáveis pelo ensino. Isso dá a oportunidade de personalizar seu talento para um nível internacional.

Estudantes do programa de mestrado Erasmus Mundus em jornalismo acabam alcançando sucesso em uma gama diversificada de carreiras. Muitos continuam com programas de doutorado, ou desenvolvem carreiras bem-sucedidas em algumas das principais organizações de mídia do mundo - incluindo a Bloomberg de Londres, o Dow Jones de Pequim, o Radio Africa Group, de Nairóbi, e os escritórios da Al Jazeera em Nova York.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Eduardo Pinheiro Eduardo Pinheiro

É jornalista e historiador, natural de Goiânia. Tem interesse por jornalismo cultural, jornalismo digital, temas do cotidiano e assessoria de imprensa.

Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar