Perguntas e respostas: tire suas dúvidas sobre plano odontológico

O número de beneficiários de plano odontológico tem crescido muito nos últimos anos. Mas na hora de contratar um convênio, muitas dúvidas surgem, como qual é a cobertura, como escolher a operadora, preço, etc. Tire todas as suas dúvidas! 

Perguntas e respostas: tire suas dúvidas sobre plano odontológico
Saiba tudo sobre plano odontológico
  • Esclareça todas as suas dúvidas sobre plano odontológico e tenha a certeza de que está fazendo um contrato seguro.

Hoje em dia, contratar um plano odontológico está muito mais acessível e o número de beneficiários aumentou consideravelmente nos últimos anos. Com a expansão da demanda, o número de operadoras de saúde que prestam esse tipo de serviço também cresceu, dando mais opções de escolha aos consumidores. Mas na hora de contratar um plano odontológico, uma série dúvidas aparecem.Veja algumas perguntas mais frequentes, e também respostas que podem lhe ajudar a tomar a decisão mais acertada. 

Como funciona o plano odontológico?

Um plano odontológico funciona da mesma maneira de um plano de saúde. O consumidor contrata os serviços de uma operadora de saúde, que tem uma rede credenciada de clínicas, consultórios, laboratórios e profissionais da área odontológica, e paga uma mensalidade. 

O plano odontológico dá direito à assistência e tratamento de diversos procedimentos odontológicos, dos mais simples aos mais complexos, de acordo com a cobertuta do plano. 

Qual a cobertura de um plano odontológico?

A ANS é o órgão que regula e fiscaliza o sistema de plano de odontológico, e ela que define o rol de coberturas. Um plano odontológico com cobertura básica tem um rol mínimo obrigatório que cobre, ao todo, 80 procedimentos, desde diagnósticos, tratamentos preventivos, atendimentos de urgência, dentística, periodontia,  até cirgurgias. Mas nenhum tipo procedimento estético tem cobertura.

Vale a pena contratar um plano odontológico?

Hoje em dia, o valor mensal de um plano odontológico pode variar entre R$18,00 e R$42,00 por mês. Mas cada caso é um caso. Para saber se o plano odontológico é vantojoso para você, faça uma estimativa de quanto gasta com despesas no dentista por ano, já contando com possíveis emergências, e divida esse valor por 12.

Se o valor mensal for inferior ao que você estaria disposto a pagar pelo convênio mensalmente, então talvez não seja vantajoso para você. Mas por outro lado, as pesquisas comprovam que quem conta com um convênio odontológico cuida melhor da saúde bucal, principalmente porque faz mais procedimentos preventivos.

Como escolher um plano odontológico?

A primeira opção a fazer é entre o plano individual ou empresarial. Se a sua empresa tiver algum tipo de convênio, pode ser mais vantajoso. Depois é fazer uma pesquisa de mercado para verificar as diferentes opções e preços. Para isso, é muito útil fazer simulações on line. É importante também saber a procedência da operadora de saúde, conhecer a rede credenciada, saber qual é a cobertura do contrato. 

Gostou? Compartilhe!
Carolina Benevides Carolina Benevides

Jornalista brasileira, Carolina Santarosa é formada pela Universidade de Fortaleza desde 2011. Atualmente cursa o 2º ano do Mestrado em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto. A profissional já trabalhou no marketing da Red Bull, foi Assessora de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza e do North Shopping Fortaleza. Fez intercâmbio acadêmico nos Estados Unidos e atualmente mora no Porto (Portugal).

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar