O que é perda parcial no seguro auto?

Você sabe a diferença entre perda total e perda parcial do veículo no seguro auto? Entenda a diferença e saiba o que deve fazer em caso de perda parcial.

O que é perda parcial no seguro auto?
Saiba o que fazer em caso de perda parcial no seguro auto
  • Entenda a diferença entre perda parcial e perda total no seguro auto

A perda parcial no seguro auto, ocorre principalmente nos casos de colisão. O seguro auto considera que um veículo sofreu perda parcial, quando o custo de reparação fica abaixo de 75% do valor de mercado do veículo, tendo como base a tabela FIPE.

 

Quando os prejuízos de reparação ficam acima de 75% do valor do carro, o seguro auto considera perda total. Neste caso, o valor do veículo é reembolsado integralmente ao segurado, que também fica livre do pagamento da franquia. Entenda melhor o que é perda total do veículo.

 

O QUE FAZER EM CASO DE PERDA PARCIAL DO VEÍCULO?

Os casos mais comuns de perda parcial ocorre em colisões, mas também pode correr em outras situações, como alagamento em situações extremas de chuva, por exemplo. 

 

A primeira coisa a fazer é verificar se o dano causado ao seu veículo está coberto. Se você tiver apenas a cobertura básica, em caso de colisão e perda parcial do veículo, os prejuízos não estão cobertos, já que a cobertura básica indeniza apenas ocorrência de incêndio, explosões ou queda de raios. Conheça os tipos de coberturas.

 

É importante ressaltar ainda que a seguradora paga somente por danos com valores superiores ao da franquia. Isto quer dizer que se a franquia é de R$1.800, e o preço do conserto do carro é R$1.700, a seguradora não paga nada. Todos os custos ficam sob a responsabilidade do segurado, claro, isto que este não tiver cobertura para danos de terceiros envolvidos em colisões.

 

Se o sinistro tiver cobertura, o segurado deve acionar o seguro, avisando sobre o sinistro. O segurado deverá também pagar a franquia, e a seguradora se responsabiliza pelo restante dos danos. Saiba mais sobre franquia.

 

É importante lembrar que o segurado deve pagar a franquia à prestadora de serviço e não à seguradora. Muitas seguradoras possuem uma rede de oficinas parceiras, que pode oferecer benefícios e condições facilitadas ao segurado, como a possibilidade de pagar a franquia parcelada. O mais indicado é se informar com a seguradora quais são as oficinas parceiras e levar o carro a uma delas.

 

»»» Faça uma simulação e saiba quanto custa um seguro auto para o seu perfil.

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar