Como fazer uma cotação de seguro auto

O seguro auto é a melhor maneira de proteger financeiramente o seu veículo em caso de sinistro. Mas antes de fazer o contrato proteja também o seu bolso. Saiba como fazer cotação de seguro auto para fechar o melhor negócio.

Como fazer uma cotação de seguro auto
Veja o que é preciso saber na hora de fazer a cotação do seguro auto

Pague menos pelo seguro do seu carro. Faça uma simulação e encontre a solução mais barata.
 

Mesmo que você tenha sistemas de segurança instalados no seu automóvel, a melhor maneira de garantir a proteção financeira do seu veículo é com o seguro auto. O primeiro passo, antes de contratar o seguro auto, é fazer uma cotação de mercado para encontrar o melhor custo-benefício e um seguro que se encaixe no seu perfil. Saiba por onde começar.

 

NÃO FIQUE SEM SEGURO AUTO
Seguro não é luxo, é necessidade. Nos dias de hoje, ficar sem seguro auto é um grande risco de prejuízo. Faça uma simulação e encontre a melhor solução de coberturas e preços para você.

Cotação de seguro auto: como fazer

Fazer cotação de seguro auto nada mais é do que fazer pesquisa de preços, pedindo orçamento em diferentes seguradoras para comparar e encontrar o melhor preço e as melhores condições. 

 

Uma das maneira de fazer cotação de seguro auto, é procurando corretores de seguro ou se dirigindo diretamente às seguradoras. Mas hoje em dia, a maneira mais prática de fazer cotação de seguro auto é pela internet. Há vários sites especializados em cotação de seguro auto online, que oferecem resultados imparciais, de acordo com a pesquisa do utilizador, apresentando as seguradoras com os preços mais vantajosos. É possível também fazer as cotações através do site das seguradoras. 

 

Em todo caso, é preciso fornecer algumas informações que vão fazer toda a diferença no resultado do valor do seguro auto. Veja algumas delas:

  • Tipo completo do carro, com marca, modelo, versão, e ano;
 
  • É preciso informar se o carro possui equipamentos de segurança instalados, como alarme ou rastreador;
 
  • Região do país onde vive, estado, cidade e, em alguns casos, até o bairro;
 
  • Dados do condutor em que o seguro ficará no nome, como idade, sexo, estado civil, há quantos anos possui CNH, se há outros condutores na mesma residência;
 
  • Também é preciso informar o tipo de uso do carro, se é para trabalho, passeio, etc;
 
  • As seguradoras também querem saber sobre mais fatores de risco, como por exemplo se o carro fica guardado numa garagem tanto na residência, quanto no trabalho, se o portão é eletrônico ou manual, etc;
 
  • Depois de dar o máximo possível de dados sobre o perfil do condutor e do veículo, é preciso informar o tipo de cobertura que você busca para o seu veículo. Quanto mais completo a cobertura, mais alto será o valor da apólice;
 

 

Para que os resultados sejam o mais próximo possível do real, não se deve mentir ou omitir nenhuma informação quando for fazer a cotação do seguro auto. Até mesmo porque é do seu interesse que os comparadores lhe forneçam informações corretas. 

 

Além disso, quando for fazer o contrato com a seguradora, você também não deve mentir ou omitir nenhuma informação, com a intenção de que o seguro auto fique mais barato. Isto porque as seguradoras averiguam a veracidade de todas as informações, e se constatarem que algum dado está incorreto, podem se recusar a fazer o contrato, ou depois de feito o contrato, podem se recusar a pagar a indenização.

 

 
Sabia que fazer test drive gratuito e sem compromisso é um direito de todo consumidor que pretende comprar um carro? Agende já o seu.



Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar