Seguro residencial mais barato

Há seguros residenciais mais baratos que compensam a relação custo-benefício. Saiba como escolher o que se adequa às suas necessidades.

Seguro residencial mais barato
Confira 4 dicas para fazer o seguro residencial mais barato

Dados do Sindicato dos Corretores de Seguros de São Paulo – Sincop apontam que o mercado de seguro residencial tem projeção de crescimento de 9% em 2016. Antes de descartar a possibilidade saiba que existem seguros residenciais mais baratos e que atendem perfeitamente às necessidades do segurado, mantendo a casa protegida e a garantia de indenização em caso de dano.

Cerca de 86,7% das residências brasileiras não possuem seguro, segundo pesquisa da Federação Nacional de Seguros Gerais. Muita gente deixa de aderir ao seguro por achar que o valor é muito alto ou por falta de informação.

Coberturas de seguros residenciais mais baratos

A cobertura básica é obrigatória em todos os seguros residenciais e cobre danos causados por incêndio, queda de raios e explosões. Em caso de dano à estrutura do imóvel ou ao que está dentro da casa o segurado recebe uma indenização de acordo com seu prejuízo.

O modelo é o mais em conta e custa cerca de R$ 10 ao mês, mas pode não ser uma boa ideia por abranger poucos riscos e nem sempre atender as necessidades. O limite de indenização costuma ser no máximo R$ 40 mil.

Uma das coberturas adicionais que mais compensam o investimento é a de roubos e furtos, a mais procurada das seguradoras e também a mais comum de ser acionada. Ela cobre todos os bens materiais dentro do imóvel, sendo necessário fazer uma lista detalhada dos itens segurados, em especial eletroeletrônicos e eletrodomésticos.

Como funciona o seguro residencial

A cobertura por danos elétricos é uma boa opção para quem mora em casas com fiação antiga. Em caso de curto-circuito o segurado é indenizado pelos aparelhos que possam ter queimado e mantem protegida toda a parte elétrica da residência.

Fenômenos da natureza, como granizo, vendaval e furacão, também tem suas coberturas específicas e interessantes para quem vive em áreas de risco. O seguro protege qualquer dano que possa ser causado à estrutura da casa.

É possível também criar apólices personalizadas e negociar diretamente com a seguradora melhores indenizações e com preços mais acessíveis. Outra forma de conseguir seguros residenciais mais baratos é por meio de bônus. Caso não utilize o seguro o segurado ganha um desconto de 5% após um ano sem danos previstos na apólice. Esse desconto aumenta progressivamente e pode chegar até 30% após o quinto ano consecutivo sem sinistro.

No site da Porto Seguro é possível consultar os preços de algumas coberturas do Seguro Residencial Simplificado. Em caso de incêndio ou explosão as coberturas vão de R$ 50 mil a R$ 300 mil, e subtração de bens, R$ 1.500 a R$ 3 mil. A perda ou pagamento de aluguel tem coberturas entre R$ 5 mil e R$ 10 mil e responsabilidade civil familiar entre R$ 12.500 e R$ 20 mil.

Quanto custa seu patrimônio

A maioria dos sites de seguradoras oferece simuladores online para ajudar a determinar o valor do imóvel. No site da Porto Seguro, por exemplo, você seleciona casa ou apartamento, cita o CPF, endereço e CEP e em poucos segundos confere quanto pagaria à vista ou em parcelas.

O seguro residencial é calculado com base no valor do patrimônio, incluindo, além da estrutura física da casa, os bens e mobílias. É o segurado que determina o valor máximo do prêmio que quer receber para cada tipo de cobertura e o valor a ser pago pela apólice será proporcional à indenização.

Pesquise antes de assinar a apólice

Cada seguradora oferece tipos diferentes de cobertura, preços e valores de indenização. É importante avaliar com cuidado qual combina mais com suas necessidades e que pode eventualmente ser usado. De nada adianta, por exemplo, contratar um seguro contra vendaval se o seu bairro sofre com roubos e furtos constantes. Analise com cuidado para não pagar caro por algo que não lhe compensará.

Avalie também as condições de pagamento da seguradora e se o seguro que você escolheu tem franquia. Se sim, significa que caso o valor do seu prejuízo seja menor que o da franquia você arcará com os gastos.

A seguradora pode se recusar a pagar a indenização em certos casos, como quando as parcelas estão vencidas ou reparos após o sinistro sem autorização prévia da seguradora.

No site da Susep – Superintendência de Seguros Privados é possível consultar se a corretora e a seguradora são registradas e de confiança. Uma pesquisa de mercado também pode apresentar opções de seguros residenciais mais baratos e com melhores condições que se adequem às suas necessidades.

Leia também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar