Quer comprar um carro sem entrada?

Receba cotações de crédito para comprar o seu carro

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Seguinte

Como fazer o cálculo da prestação do consórcio

O consórcio é uma sistema de crédito que tem como grande vantagem não ter juros. Mas há outras taxas que entram na conta. Saiba quais são e como calcular a prestação do consórcio de carro.

Saiba calcular a prestação do seu consórcio

A grande vantagem do consórcio de carros é o fato de não possuir juros. Isto faz com que comprar um carro, ou outros bens e serviços através do sistema de consórcio se torne muito mais barato. Mas você sabe quais são as taxas incluídas na sua prestação do consórcio e como ela é calculada?

 

FIQUE DE OLHO
Quer comprar comprar um carro através de um consórcio? Antes de fechar negócio, faça uma simulação e encontre a melhor solução para o seu bolso.

 

Que taxas são cobradas no consórcio de carros?

O consórcio de carros, como já dissemos, não tem juros, mas possui outras taxas que compõem a prestação mensal a ser paga, e que também alteram o valor final do bem adquirido. Veja quais são as taxas cobradas no consórcio:

 

» Fundo de comum: é um valor percentual do total da cota, pago mensalmente pelos consorciados para reunir os recursos para a compra do bem. O valor do fundo comum que entra na prestação mensal é o valor total da cota, dividido pelo número de meses de duração do consórcio.

 

» Taxa de administração: é a remuneração da administradora do consórcio para formar, organizar e gerir os grupos de consorciados, realizando assembleias, sorteios e lances, e tratando de toda a parte burocrática que diz respeito aos contratos e contemplações. O valor da taxa de administração pode variar de acordo com a administradora e corresponde a um percentual do valor total da cota.

 

» Fundo de reserva: é uma taxa que tem como objetivo fazer uma reserva financeira para ser usada em caso de inadimplência de outros consorciados, de modo a não comprometer a dinâmica dos sorteios e contemplações. A taxa de reserva não é obrigatória, mas se constar no contrato do consórcio deve ser paga.

 

» Taxa de adesão: de acordo com a nova lei do consórcio, a taxa de adesão foi proibida. Mas algumas administradoras cobram a taxa de administração, na sua totalidade ou não, no momento do contrato, e chamam de taxa de adesão. Mas o que acontece nestes casos, é que o percentual da taxa de administração não entra no cálculo da prestação mensal do consórcio. No fundo, o que as administradoras chama hoje de taxa de adesão, seria um pagamento adiantado da taxa de administração.

 

» Seguro: o seguro é opcional, embora algumas administradoras o coloquem em contrato como um aspecto condicional para a adesão. 

 

Aprenda a calcular a prestação mensal do consórcio

Para fazer o cáculo da prestação do consórcio, vamos considerar uma cota no valor de R$ 10 mil, a ser paga em 50 meses, com uma taxa de administração de 10%, e fundo de reserva de 5% definido em contrato.


Duração do consórcio

50 meses (valores em %)

50 meses (valores em R$)

Valor do bem

100%

R$ 10 mil

Fundo comum

100% dividido por 50 meses=2% a.m

2% de R$10 mil= R$200,00

Taxa de administração

10% dividido por 50 meses=0,2% a.m

0,2% de R$10 mil= R$20,00

Fundo de reserva

5% dividido por 50 meses=0,1% a.

0,1% de R$10 mil= R$10,00

Valor da prestação:

2,3% ao mês

2,3% de R$10 mil=230,00


Valor final do consórcio:


R$ 11.500,00


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Carolina Benevides Carolina Benevides

Jornalista brasileira, Carolina Santarosa é formada pela Universidade de Fortaleza desde 2011. Atualmente cursa o 2º ano do Mestrado em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto. A profissional já trabalhou no marketing da Red Bull, foi Assessora de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza e do North Shopping Fortaleza. Fez intercâmbio acadêmico nos Estados Unidos e atualmente mora no Porto (Portugal).