Coberturas seguro residencial: o que saber

As seguradoras podem oferecer uma grande variedade de pacotes e combinações de coberturas seguro residencial. Por isso, é preciso analisar com muita atenção as suas necessidades e as condições do contrato de seguro residencial.

Coberturas seguro residencial: o que saber
O que você precisa saber sobre coberturas seguro residencial
  • Saiba mais sobre franquia, seguro multirrisco e o que o seguro residencial não costuma cobrir.

O seguro residencial pode oferecer coberturas multirriscos, ou seja, são coberturas seguro residencial para diferentes tipos de sinistros, mas agrupadas numa única apólice. Entenda melhor.

10 coisas que você precisa saber sobre coberturas seguros residenciais:

1. Ao contratar um seguro residencial sem coberturas adicionais, você está contratando um seguro com cobertura básica, a cobertura básica cobre apenas prejuízos causados incêndios, quedas de raios ou explosões. 

2. Você pode contratar coberturas seguro residencial adicionais e agrupá-las à sua apólice. Diferentes seguradoras podem oferecer diferentes opções de coberturas, mas as mais comuns são para cobrir prejuízos de roubos, furtos, desmoranamentos, impactos de veículos, danos elétricos, etc.

3. Uma apólice com coberturas seguro residencial multirrisco, costuma cobrir as despesas de reconstrução da moradia, ressarcimento dos pertences pessoais,  e despesas adicionais, como hospedagens em hotéis ou aluguel, caso fique impedido de ficar em sua residência por um período determinado, desde que o sinistro ocorrido esteja no contrato.

4. Caso você compre um imóvel financiado, a contratação de um seguro residencial é uma condição obrigatória imposta pelos bancos ou financeiras.

5. O valor da indenização das coberturas seguro residencial, na maioria dos casos, é definido pelo segurado. Ou seja, é você quem vai definir quanto vale a sua residência e os pertences que a preenchem. O valor da apólice é calculado com base no valor da indenização. Quanto mais alta a indenização, mais cara é a apólice. Para lhe ajudar a definir estes valores, você pode contar com a ajuda de um corretor de seguros habilitado.

6. O seguro residencial possui dois tipos de franquia: uma franquia simples, que é uma coparticipação do segurado, em caso de sinistro, com valores pré-definidos para cada tipo de cobertura, sendo isenta a cobertura básica; e uma franquia dedutível, ou seja, o valor da franquia, pré-definido, é deduzido do valor da indenização.

Conheça os diferentes tipos de seguros residenciais.

7. Os seguros residenciais não costumam cobrir objetos de valor que fazem parte do conteúdo da casa, como jóias ou obras de arte. Para isso, é preciso contratar uma cobertura específica.

8. O seguro residencial não cobre também danos causados ao imóvel devido a problemas estruturais de falhas no projeto, uso de material de baixa qualidade, negligência, ou prejuízos causados por danos pré-existentes antes da contratação do seguro.

9. As coberturas seguro residencial para danos elétricos cobrem prejuízos causados por descargas elétricas que afetem as instalações da casa, mas nem sempre cobrem os danos a aparelhos eletroeletrônicos e eletrdomésticos. Para isso, pode ser preciso contratar uma cobertura adicional.

10. Cada seguradora pode oferecer pacotes diferenciados de coberturas seguro residencial. Avalie as suas necessidades, faça uma pesquisa de mercado e simulações on line e escolha a melhor opção de acordo com o seu perfil e perfil do seu imóvel.

Leia também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar