5 dicas para contratar o melhor plano odontológico

O melhor plano odontológico é o que se encaixa no seu perfil, o seja que atende às suas necessidades, está dentro das suas condições e oferece exatamente aquilo que promete. Confira a dicas!

5 dicas para contratar o melhor plano odontológico
O que você precisa saber para contratar o melhor plano odontológico
  • Para escolher o melhor plano odontológico para você, é preciso conhecer o seu perfil de beneficiário e saber quais são as suas necessidades e condições.

Antes de dar qualquer dica sobre como contratar o melhor plano odontológico, é preciso perguntar o que definiria o melhor plano odontológico? A resposta é simples: o melhor plano é aquele que se encaixa perfeitamente nas suas necessidades e condições financeiras, e oferece tudo que promete com qualidade.

COMO ESCOLHER O MELHOR PLANO ODONTOLÓGICO:

1. Saiba identificar o que você precisa de um plano odontológico

Este é o ponto de partida. Para que você precisa de um convênio dental? Apenas para consultas de rotina, revisão, prevenção para manter a saúde bucal? Porque sabe que tem necessidades específicas e imediatas, porque costuma gastar muito dinheiro dentista por ano? 

Contrate o tipo de cobertura que esteja de acordo com as suas necessidades. Há planos odontológicos que cobrem apenas o rol mínimo de procedimentos definidos pela ANS, o que já é bastante. E há outro mais completos, e mais caros, que oferecem cobertura mais ampla.

2. Fique de olho no período de carência

Se você quer contratar um plano odontológico individual ou familiar, estará sujeito a um período de carência. Ou seja, se precisa de um tratamento imediato para um problema pré-existente, não contrate o plano achando que conseguirá resolver este problema.

Já se a sua empresa possui um plano odontológico empresarial, você não está sujeito ao prazo de carência e pode se beneficiar do tratamento imediatamente. 

3. Conheça a cobertura do plano odontológico

Os planos odontológicos, assim como os planos de saúde, oferecem diferentes níveis de cobertura. Atualmente, o rol básico de cobertura abrange 80 tratamentos e procedimentos.

O rol básico não cobre procedimentos estéticos, como aparelho ortodôntico, branqueamento ou implantes dentários. Por isso, se estiver pensando em contratar um plano odontológico exclusivamente por motivos estéticos, desista! Mesmo que você opte pelo melhor plano odontológico com a cobertura mais ampla, há procedimentos, como o implante, que nenhum contrato cobre integralmente.

4. Escolha o melhor plano odontológico para o seu perfil

Existem diferentes tipos de planos odontológicos, individual ou familiar, e coletivo por adesão ou empresarial. Cada um destes tipos de planos responde melhor a um perfil de beneficiário. Mas de todos, o mais barato é o plano empresarial. Se a sua empresa tiver um convênio odontológico e a operadora de saúde for de confiança, vale a pena aderir.

5. Certifique-se da credibilidade da operadora do plano odontológico

Este aspecto é muito importante. Antes de contratar um serviço de plano odontológico, consulte o site da ANS e certifique-se de que a operadora de saúde está em situação regular. Outro fator importante: procure conhecer e se informar sobre a rede credenciada, quanto mais dentistas, laboratórios, consultórios e clínicas conveniadas melhor. Pesquise também no Procon e em sites da internet se há reclamações sobre a operadora de saúde.

Leia também » Perguntas e respostas: tire suas dúvidas sobre plano odontológico.

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar